Dia Mundial do Livro: 5 livros para quem quer ler mais autores nacionais

O Dia Mundial do Livro, ou simplesmente Dia do Livro, é comemorado neste 23 de abril mundialmente. A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) criou a data do “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” para encorajar as pessoas, especialmente os jovens, a descobrirem os prazeres da leitura, e conhecerem a enorme contribuição dos autores de livros através dos séculos.

Uma tradição catalã ligada a literatura já existia nesta data e parece ter influenciado a escolha da Unesco. Na tradição catalã, no dia de São Jorge é costume dar uma rosa para quem comprar um livro. Trocar flores por livros já se tornou tradição em outros países também.

Pensando na data, escolhemos 5 livros escritos por autores nacionais para quem tem vontade de se aprofundar mais literatura brasileira, mas acaba preso à outros gêneros sem perceber. Se liga:

1. A Cabeça do Santo, Socorro Acioli

Resultado de imagem para a cabeça do santo

A cearense Socorro Acioli tem um longo currículo como autora de livros infanto-juvenis. Em A Cabeça do Santo, ela fala sobre Samuel, um jovem que atravessa o sertão nordestino para cumprir o último pedido que sua mãe fez antes de morrer. Em uma narrativa curta (o livro tem menos de 200 páginas), a autora fala sobre religião e seu papel em cidades do interior, o poder da oração e realismo mágico, lembrando o estilo de clássicos artistas, como Ariano Suassuna e Gabriel Garcia Marquez. Este último, aliás, ministrou uma oficina de roteiros onde Socorro participou, sendo a única brasileira selecionada.

Compre ele aqui.

2. Quinze Dias, de Vitor Martins

Resultado de imagem para quinze dias

Quinze Dias é o livro de estreia de Vitor Martins, que além de escritor, ainda é ilustrador e youtuber. Felipe é um adolescente tímido que todo ano espera ansiosamente pelas férias de inverno, pronto para passar um tempo longe da escola e dos colegas que o infernizam. No entanto, alegria do menino dura pouco quando ele descobre que sua mãe concordou em hospedar Caio, o vizinho do condomínio, enquanto os pais do rapaz viajam. Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo. Essa é a sinopse da obra, que retrata sobre aceitação, auto-estima, amizade e principalmente, romance. Além de ser LGBT, o livro ainda tem um protagonista gordo, algo pouco visto não somente na literatura “para jovens”, mas em geral.

Compre ele aqui.

3. Ninguém Nasce Herói, Eric Novello

Resultado de imagem para ninguem nasce heroi

Em Ninguém Nasce Herói, somos apresentados a um Brasil não muito distante onde um fundamentalista religioso é o governante do país e o simples ato de distribuir livros pela rua é considerado rebeldia e passível de punição. Nesse contexto, Chuvisco e seus amigos são foras da lei, distribuindo literatura pelas ruas de São Paulo. É quando o grupo testemunha um ato de covardia e percebe que distribuir obras literárias pela cidade não vai mudar a situação do país. Eric Novello conta uma história sobre rebeldia, amizade e desafiar o sistema. É atual e necessário que reflete a situação política que o Brasil se encontra.

Compre ele aqui.

4. O Vilarejo, Raphael Montes

Resultado de imagem para o vilarejo

Em pouco tempo, Raphael Montes construiu seu nome como autor de literatura de horror, gênero pouco explorado no cenário brasileiro. O Vilarejo reúne contos que revelam até que ponto chega a maldade humana. Com um projeto gráfico inovador, o livro usa de palavras e imagens para construir suas narrativas e contos fantásticos, transportando o leitor para a trama. É totalmente indispensável para os fãs de terror e que curtem histórias bem diferentes dentro desse estilo.

Compre ele aqui.

5. Queria ver você feliz, Adriana Falcão

Resultado de imagem para queria ver voce feliz

Adriana Falcão é um dos nomes mais fortes quando se trata de roteiro e literatura no Brasil. Ela já contribuiu com o roteiro em diversas séries e filmes, além de ter diversos livros publicados, tanto de crônicas como algo mais infanto-juvenil. Queria ver você feliz narra a história de amor entre Caio e Maria Augusta, com uma narrativa leve e um narrador nada convencional, algo que já pode ser considerado marca registrada da autora. É uma recomendação perfeita para quem curte livros de romance mas está cansado dos clichês do gênero. Além disso, conta a real história dos pais autora, algo que gera um senso de curiosidade no leitor.

Compre ele aqui.

E aí, curtiu a lista? Se você acha que ficou faltando algum, é só deixar aí nos comentários!

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *