ENTREVISTA: Sobre os próximos projetos da Split Studios!

Conversamos com os produtores da Split Studios sobre os próximos projetos desenvolvidos pela produtora de games. Dentre eles estão um RPG de Zumbis em São Paulo, Crianças do Mundo e uma aventura de destruição do mundo. Confira a entrevista.


Senta Aí: A Split está em uma grande efervescência no desenvolvimento de jogos. Quais podem ser comentados um pouco?

Split Studios: No momento temos três jogos importantes em desenvolvimento. O maior deles, como já é de conhecimento público é o jogo Crianças do Mundo, baseado no filme de Alê Abreu, O Menino e o Mundo. No momento estamos muito felizes com as histórias que iremos contar dentro desse jogo e os lindos e complexos personagens que estamos criando, uma pena que teremos que esperar até 2019 para terminá-lo.

Temos um outro jogo para PCs e consoles  previsto para o final de 2018, chamado até o momento de Procedural of the Dead – Fuga de Sampa. Este jogo é um antigo desejo nosso de contar a história de um apocalipse zumbi em uma cidade tão populosa como São Paulo! Nossa ideia é que o jogador seja colocado desde o início do evento e tenha de tomar decisões como buscar a esposa no trabalho, ou os filhos na escola primeiro? Fico em casa e coleto suprimentos ou serei nômade e exposto a perigos com mais frequência? Essas e outras decisões morais serão a alma do jogo, porém como de costume, traremos um humor bem ácido e algumas idéias absurdas mais próximas do filme Zumbilândia do que de The Walking Dead.

Ainda temos o divertido jogo Wizavior. Este a ser lançado no início de 2018. Eu pessoalmente estou super ancioso pois será nosso primeiro jogo lançado para PCs. Em Wizavior, você irá acompanhar o poderoso mago Zavior, em sua aventura para salvar 4 mundos da total destruição. Este será um jogo de ação com plataformas 3D, regado a muito bom humor e com uma arte e história super divertidas. Estamos desenvolvendo em caráter de incubação e parceria com a equipe Flying Goats (adoro esse nome) e o material já está ganhando um corpo muito interessante. Inclusive estamos mantendo uma página de desenvolvimento do jogo e convido a todos que queiram ver em primeira mão a evolução do jogo semana-a-semana à visitá-la aqui.

SA: Você mencionou para nós que um RPG de Zumbi em São Paulo está sendo desenvolvido. Qual o nome do game e o que podemos esperar dele?

SS: Como já mencionei, o jogo se passa desde o início do apocalipse e em teoria segue até o jogador morrer, game over, ou descobrir um dos possíveis finais, hoje temos 4. Diferente de outros jogos do gênero, foco neste não é apenas na ação, aqui o jogador terá que, além de sobreviver, aprender a viver em um mundo onde a ordem não existe e terá de enfrentar difíceis escolhas pelo caminho. Queremos que o jogador escolha entre sobreviver como uma comunidade, que ainda traz traços da civilização atual ou sejam gangues violentas e práticas como em Mad Max. Podemos esperar um jogo com bastante narrativa, que mistura RPG, com gestão de recursos e o principal, a gestão dos NPCs que convivem com você. Outra coisa muito legal de nossa proposta, é esse mundo gerado de forma procedural, ou seja, cada pessoa terá uma experiência única de narrativa, pois o mundo irá ser construído e os eventos acontecerão durante a aventura.

SA: O foco nos próximos anos será nos jogos de plataforma, mobile ou para pc?

SS: Os jogos maiores, como Wizavior, Procedural of The Dead e Crianças do Mundo serão para PC e console, porém ano que vem estaremos trabalhando em jogos menores ficados no mercado mobile também.

SA: Qual têm sido a obra com o maior tempo dedicado na sua criação?

SS: Essa pergunta é um pouco difícil de responder pois é relativa ao estágio de produção dos jogos. No momento, o jogo que temos um somatório de horas maior dedicado é o Wizavior, uma vez que está nos últimos meses de desenvolvimento. Porém por uma questão de escopo e escala, sem dúvida, o jogo Crianças do Mundo é o maior, inclusive mesmo com o início do trabalho sendo recente, já temos muitas e muitas horas dedicadas a ele exclusivamente. Se pensarmos que seu lançamento está previsto para o final de 2019, então este é o maior jogo da Split.

SA: Realizamos uma entrevista anteriormente com vocês sobre Crianças do Mundo. Existe alguma atualização sobre o projeto?

SS: O que podemos dizer é que terminamos o GDD, que é uma bíblia do projeto, onde escrevemos todo o jogo e estamos nos estágios iniciais da produção do jogo final. Como já comentei, estamos muito felizes com as personagens e com a narrativa do jogo, conforme as palavras do Alê Abreu: “Cada história de personagem é como um curta-metragem.”.

SA: Como foi a recepção com vocês após o anúncio desse jogo?

SS: Estamos trabalhando com uma propriedade intelectual muito amada pelo público, então a recepção do público foi muito calorosa e  pudermos sentir que todos ficaram animados com o anuncio da expansão do universo do filme.

 

SA: Por fim, dentre todos os games falados, para quando e para onde podemos esperar?

SS: Wizavior no início de 2018, Procedural of the Dead – Fuga de Sampa para final de 2018 e As Crianças do Mundo no final de 2019!

Comentários

Cláudio Gabriel

É apaixonado por cinema, séries, música, quadrinhos e qualquer elemento da cultura pop que o faça feliz. Seu maior sonho é ver o Senta Aí sendo reconhecido… e acha que isso está mais próximo do que se espera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *