Festival Varilux 2018 tem abertura em noite de gala no Cine Odeon

Não é difícil, enquanto amante de cinema, ficar preso à produções norte-americanas. Apesar de ser a mais lucrativa, é inegável que a indústria cinematográfica de diversos outros países é frequentemente relegada ao título de “cinema cult”. No entanto, essa ramificação da sétima arte ainda rende alguns frutos em território tupiniquim, como o Festival Varilux de Cinema Francês.

Já em sua nona edição, essa é uma das mostras mais bem requisitadas e faladas no Brasil, já que traz diversos curtas e longas – além da realidade virtual – que dificilmente passariam por aqui, devido ao seu caráter pouco comercial.

7 de junho, o dia de abertura, com direito à tapete vermelho no Cine Odeon (situado no Rio de Janeiro), foi marcado pela presença de grandes estrelas da terra de Jean Luc-Godard. Talvez a maior delas seja de Jérémie Renier, que já esteve presente também em produções estadunidenses. Quando questionado pelo Senta Aí sobre, mesmo realizando trabalhos ao redor do mundo, sempre retornar ao cinema de seu país, o ator foi enfático:

“O que eu gosto é de fazer meu trabalho aonde for, sabe? Quero conectar com o trabalho do roteiro e do diretor, seja ele dos Estados Unidos, Europa, América do Sul, aonde for. O mais importante é o que for escrito e como eu posso passar isso na atuação. É dessa maneira que eu gosto de trabalhar”.

Falando sobre o grande filme do festival esse ano, O Amante Duplo, que é mais uma de suas parcerias com o cineasta François Ozon, ele respondeu:

“São 20 anos e agora nós somos amigos. Isso é maravilhoso porque trabalhar a tanto tempo com alguém que você conhece tão bem é mais fácil porque eu não me via realizando esse papel com outro diretor sem ser François [Ozon]”.

Os dois diretores e a protagonista de Carnívoras. Foto por: Isabela Toscano/Beulasartes Fotografia

Entre outras personalidades presentes na abertura, estavam também Yannick, irmão de Renier, que realizou um longa junto com esse chamado Carnívoras – no qual está em exibição durante a mostra. Zita Hanrot, protagonista da obra, também esteve presente. Fabien Gorgeart, Clotilde Hesme (O Poder de Diane), Nabil Ayouch, Maryam Touzani (Primavera em Casablanca) e Finnegan Oldfield (Marvin), além de produtores, foram mais alguns nomes no tapete vermelho.

O Festival Varilux 2018 acontece até o dia 20 de junho em diversas cidades espalhadas pelo país. Veja mais aqui.

Comentários

Cláudio Gabriel

É apaixonado por cinema, séries, música, quadrinhos e qualquer elemento da cultura pop que o faça feliz. Seu maior sonho é ver o Senta Aí sendo reconhecido... e acha que isso está mais próximo do que se espera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *