Orgulho LGBT: 4 séries com protagonistas LGBTs que você precisa assistir

Apesar de o Dia Internacional do Orgulho LGBT ser comemorado na data de hoje, 28 de junho, todo o mês é de celebração e comemoração, conhecido também como Pride Month. Claro que o Senta Aí não poderia ficar de fora dessa e selecionou algumas séries com protagonistas LGBT (algo difícil de ser encontrado) para celebrar a diversidade e a representatividade que elas trazem.

Carmilla

Resultado de imagem para carmilla

Laura Hollis é uma caloura de jornalismo na Universidade de Silas, na Estíria. (Tudo isso fica na Áustria). A carismática nerd decide documentar sua experiência na faculdade através de vlogs, principalmente depois que sua colega de quarto Betty desaparece e a faculdade não parece fazer nada a respeito. Com ajuda de seus amigos, Laura descobre que Betty não é a única garota que desapareceu no campus e que provavelmente há algo muito maior por trás desses sumiços. A temporada segue as investigações de Hollis e a dinâmica com sua nova companheira de quarto, uma misteriosa e mal-humorada jovem chamada Carmilla. A relação das duas começa com uma inimizade clara, para aos poucos se tornar algo mais profundo, principalmente considerando que Laura é toda boba e sem jeito para falar com meninas. Baseada no conto clássico de Sheridan Lefanu, Carmilla é uma das diversas webséries do canal do YouTube KINDATV. A série foi assistida em mais de 180 países e legendada pelos próprios fãs. O sucesso foi tamanho que no final de 2017 rolou até um filme. Está tudo disponível no YouTube e os episódios não tem mais de dez minutos, então não custa nada dar uma chance para essa delícia.

Please Like Me

Resultado de imagem para please like me

Essa dramédia acompanha a vida de Josh, um jovem de 20 anos que leva um pé na bunda da namorada por acreditar que ele seja gay, embora isso não abale a amizade dos dois. O fim do relacionamento com Claire cria a oportunidade perfeita para que Josh conheça Geoffrey, um rapaz homossexual seguro e decidido. Apesar do protagonista Josh ser um personagem muito cínico e sincero (o que, para seus amigos, é tanto uma qualidade quanto um defeito), ele ainda tem muitas dificuldades em falar a verdade para si mesmo. Isso dificulta muito suas relações, impedindo que ele demonstre seus sentimentos até mesmo para seu melhor amigo Tom. Josh precisa lidar com a sua descoberta e com isso de se assumir para a família, algo que ele considera antiquado.

Brooklyn Nine-Nine

Imagem relacionada

Brooklyn Nine-Nine acompanha o cotidiano de uma delegacia de polícia no distrito do Brooklyn, Nova York. A série é provavelmente uma das mais importantes da atualidade. Repleta de representatividade e de quebra de estereótipos, Brooklyn Nine-Nine faz comédia de qualidade. Atualmente, o mercado de humor vem mudando, piadas que antes eram aceitas como engraçadas, já não são mais porque há a consciência de que podem ofender alguém. E são programas como esse que vem se destacando pelo seu humor crítico que levanta questões polêmicas e importantes de serem debatidas nos dias de hoje. No meio disso tudo, temos Rosa Diaz, uma policial séria e valentona que está sempre com sua jaqueta de couro e é apaixonada por sua moto. Na quinta temporada, Diaz se assume bisssexual e a importância disso é gigantesca, pois nunca ouvimos essa palavra em nenhum programa, ainda que eles tenham personagens desse grupo. Portanto, quando ela se assume com e usa todas as letras para isso, é um ato corajoso e representativo para muitas pessoas que podem ter sua sexualidade incompreendida.

POSE

Resultado de imagem para pose serie

Ambientada na Nova York dos anos 80, Pose vai mostrar como o movimento das drag queens começou nos subúrbios. Nessa época, existiam as chamadas ‘Casas’, que eram grupos de pessoas que se uniam por afinidade, principalmente depois de terem sido rejeitadas por suas próprias famílias. Essas ‘casas’ eram lideradas por uma ‘mãe’, que ditava as regras e dava um nome à casa para poder participar dos bailes que eram comandados pela comunidade LGBT, onde competiam em desfiles temáticos e paços de danças. Damon, um rapaz de 17 anos, foi expulso de casa por ser gay e bailarino, logo é recrutado por Blanca, uma transgênero que está atrás de seu sonho: ser mãe de sua própria casa. ‘Pose’ é um show de representatividade, com um elenco majoritário negro, é também a primeira série a ter o maior elenco regular de atrizes transgêneros da história da televisão. Vale muito a pena assistir esse programa incrível e ele com certeza merece muita audiência.

 

Curtiu os programas listados? Se achou que a gente esqueceu de algum, é só deixar nos comentários!

Comentários

Ana Barbosa

Estudante de Jornalismo, feminista e enaltecedora de mulheres na arte. Viciada em séries, principalmente em Doctor Who, compra mais livros do que consegue ler e não recusa um café. A típica canceriana que chora em todos os filmes que assiste, ou pelo menos quase todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *