Resenha: Vampire Weekend – Father of the Bride

Depois de seis anos do último álbum da banda, o Vampire Weekend entrega Father of the Bride, o seu mais novo projeto. Este é o CD mais diferente deles, possuindo uma pegada mais calma, com bastante violão, mesmo que ele ainda tenha alguns dos elementos indies tão característicos dos trabalhos anteriores. Aqui, parecemos ver uma banda um tanto revigorada, diferenciada, tentanto se reinventar. Se isso dá realmente certo? É o que veremos.

As músicas do Father of the Bride falam sobre a vida, amor e relacionamentos. O disco é um indie alternativo influenciado pelo rock da década de 70 além de alguns elementos do folk. Antes, o Vampire buscava uma originalidade muito autoral, muito própria. Essa diferenciação se torna substancial para compreender o contexto geral apresentado.

A faixa de abertura, “Hold You Now”, é um dos destaques do CD. Bonita e calma, já dando uma amostra do que virá nas outras músicas, inclusive pelo fato dessa canção contar com um feat de Danielle Haim. A vocalista do HAIM, na qual ainda participa de outras duas aqui, dá uma diagramação mais suave dentro de sua voz. É uma percepção de equidade bastante interessante nessa produção.

“Harmony Hall” vem logo na sequência sendo mais animada e pop, mesclando a pegada do álbum. This life já apresenta logo no começo a guitarra tão característica da identidade musical do trio americano. How long? também lembra bastante as canções dos dois primeiros CDs da banda com uma letra que possui críticas sociais e um bom instrumental. A música Simpathy surpreende por possuir um ritmo único muito mais puxado para a música latina e com uma boa batida.  Stranger é uma faixa harmoniosa com um refrão viciante.

O Father é of the Bride é um trabalho que difere dos dois primeiros CDs da banda (Vampire Weekend e Contra) e que conversa mais com o terceiro CD (Modern Vampires of the City). As composições são mais calmas, com um forte peso acústico e isso pode incomodar algumas pessoas. É um álbum que vai agradar muito mais aos que já são fãs da banda do que efetivamente trazer novos ouvintes.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *