Mostra de Cinema de São Paulo divulga filmes selecionados, confira os destaques

Como publicado no Jornal Interno do evento, a Mostra Internacional de Cinema divulgou, nesse sábado (6), os 331 títulos que serão exibidos ao seu decorrer. O evento acontece em São Paulo entre 18 e 31 de outubro e contará com vencedores dos festivais de início de ano, filmes em realidade virtual, apostas para o Oscar e exibições gratuitas de clássicos restaurados no Vão do MASP.

Com homenagens para Hirokazu Kore-eda, Drauzio Varella (agraciados pela Mostra com o Prêmio Humanidade) e Jafar Panahi (ganhador do prêmio Leon Cakoff), o evento iniciará suas atividades com a exibição de A Favorita de Yorgos Lanthimos, comédia ganhadora de dois prêmios em Veneza, e terá como sessão de encerramento o polêmico Roma de Alfonso Cuarón, filme que acabou se tornando representante máximo do embate entre Cannes e Netflix. O filme, ganhador do Leão de Ouro em Veneza, marca o retorno da atenção do diretor para o México.

Outro destaque é a exibição do novo filme de Jean-Luc Godard, Imagem e Palavra, vencedor da Palma de Ouro Especial. A Mostra também traz para terras paulistas mais longas premiados em Cannes como Assunto de Família, drama familiar de Hirokazu Kore-eda que conquistou a Palma de Ouro e Infiltrado na Klan de Spike Lee que, por sua vez, ganhou o Prêmio Especial do Júri. Figura marcada na Mostra, o sul-coreano Hong Sang-soo terá seus dois últimos filmes exibidos na Mostra: Grass e O Hotel às Margens do Rio, que foram, respectivamente, selecionados para Berlim e Locarno.

O cinema brasileiro também não ficou de fora: Sol Alegria de Tavinho Teixeira integra a Mostra Brasil e o polêmico Grande Circo Místico de Carlos Diegues será exibido dentro da seção Apresentações Especiais, dividindo espaço com o longa Neville D’Almeida – Cronista da Beleza e do Caos, documentário de Mário Abbade sobre a vida do diretor carioca. Ainda falando de Neville, Jardim de Guerra, seu primeiro trabalho como diretor, está no cronograma da seção Restaurações com outros clássicos do cinema brasileiro, como O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla, e Central do Brasil, de Walter Salles.

Confira a seleção completa no site do evento.

 

Sol Alegria, de Tavinho Teixeira

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *