O Eternauta é relançado no Brasil

Em um acabamento de luxo e especial, O Eternauta ganhará uma nova versão no país pela editora Comix Zone. A história, influenciada diretamente pela obra máxima de H.G. Wells – Guerra dos Mundos – foi publicada originalmente entre 1957 e 1959 por Héctor Germán Oesterheld. Contudo, 10 anos depois ganhou o acabamento reconhecido hoje, com uma melhora em certos aspectos, além de novos desenhos pelo uruguaio Alberto Breccia.

Nesse clássico dos quadrinhos mundiais, originalmente ilustrado por Francisco Solano López, acompanhamos a invasão de Buenos Aires por uma raça extraterrestre conhecida como “Eles”. Ao longo da trama, repleta de reviravoltas e personagens incríveis, o protagonista Juan Salvo resiste a alienígenas, viaja no tempo e, apesar de si mesmo, se torna o legatário final de toda a humanidade.

A capa da HQ.

Nessa nova versão, o tom político adotado pelo autor foi acentuado ainda mais, trazendo toda uma questão surreal, ao mesmo tempo que cheia de analogias. Dessa forma, a obra é considerada até hoje um documento sobre a tensão na esquerda da Argentina durante o final dos anos 60, período da luta armada na ditadura militar do país – o Brasil também vivia em um regime ditadorial na época.

O Eternauta 1969 chega sob o preço de R$44,90, contendo 64 páginas no total. Você pode adquirir a edição por aqui.

Comentários

Cláudio Gabriel

É apaixonado por cinema, séries, música, quadrinhos e qualquer elemento da cultura pop que o faça feliz. Seu maior sonho é ver o Senta Aí sendo reconhecido... e acha que isso está mais próximo do que se espera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *