Era Uma Vez Em… Hollywood bate recorde de abertura nas bilheterias de Tarantino

O mais novo filme do cineasta Quentin TarantinoEra Uma Vez Em… Hollywood, se tornou o longa de melhor arrecadação de estreia nas bilheterias americanas do diretor. O faturamento foi cerca de US$40 milhões no primeiro final de semana, desbancando os US$38 milhões de Bastardos Inglórios. O longa irá chegar nas próximas semanas pelo mundo e no dia 15 de agosto no Brasil.

Apesar de ter conquistado esse alto valor, a obra ainda terá de correr bastante para alcançar o topo de bilheterias do diretor. Só com esses três primeiros dias no cinema, no entanto, já conseguiu passar de Cães de Aluguel (seu primeiro trabalho) e de Grindhouse (produção em parceria com Robert Rodriguez). O primeiro fez apenas US$2,8 milhões, enquanto o segundo faturou US$25 milhões – causando prejuízo devido ao orçamento de US$67 milhões.

No topo das bilheterias de Tarantino encontram-se Pulp Fiction: Tempo de Violência em terceiro lugar, na qual conseguiu US$213 milhões sob um custo de US$8 milhões; Bastardos Inglórios em segundo, conquistando US$321 milhões para um orçamento de US$70 milhões; e Django Livre em primeiro, aonde faturou US$425 milhões por um custo de US$ 100 milhões.

Era Uma Vez Em… Hollywood é o segundo filme mais caro da carreira de Quentin. Em primeiro está Django Livre que, como falado acima, custou US$100 milhões. Essa nova estreia teve o valor de US$90 milhões para a produção. Entre os maiores motivos estão o fato dos cenários gigantescos de sets, além da grande quantidade de atores com cachês e orçamentos altos.

A obra conta a história do ator Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), um antigo astro de séries de TV, e seu dublê, Cliff Booth (Brad Pitt), observando e participando dos grandes acontecimentos do ano de 1969. Dentre alguns desses acontecimentos e encontros estão Bruce Lee, Charles Manson e o furor de filmes de faroeste e policiais no período.

Comentários

Cláudio Gabriel

É apaixonado por cinema, séries, música, quadrinhos e qualquer elemento da cultura pop que o faça feliz. Seu maior sonho é ver o Senta Aí sendo reconhecido... e acha que isso está mais próximo do que se espera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *